domingo, junho 16, 2024
spot_img
HomeBrasilHomem que recebeu transplante de rim de porco morre nos Estados Unidos

Homem que recebeu transplante de rim de porco morre nos Estados Unidos

Segundo hospital, não há indicação de que perda seja decorrente do procedimento inédito a que foi submetido

SÃO PAULO (FOLHAPRESS) – O primeiro humano a receber o transplante de um rim de porco geneticamente modificado morreu. O Hospital Geral de Massachusetts, em Boston (EUA), onde o procedimento havia sido realizado, fez o anúncio neste sábado (11).

Em um comunicado, o hospital afirmou que não há indicação de que a morte de Richard Slayman, 62, seja decorrente do transplante. Ainda segundo a instituição, ele sempre será visto como um símbolo de esperança para inúmeros pacientes transplantados em todo o mundo.

“Somos profundamente gratos por sua confiança e disposição em avançar no campo da xenotransplantação”, afirmou o hospital.

Slayman passou pela cirurgia inédita em 16 de março deste ano. A operação se estendeu por quatro horas. A equipe médica foi liderada pelo nefrologista brasileiro Leonardo Riella, diretor-médico do centro de transplante de rim da unidade.

Duas depois da cirurgia, ele teve alta. Na ocasião, ele agradeceu aos médicos e enfermeiros. “Hoje, marca um novo começo não apenas para mim, mas também para eles”, afirmou.

O rim, fornecido pela eGenesis, era de um porco geneticamente editado. Cientistas retiraram três genes que poderiam causar a rejeição do órgão e adicionaram sete genes humanos para melhorar a compatibilidade. A empresa de biotecnologia também inativou vírus com potencial para infectar humanos.

Antes, em 2018, o paciente havia recebido um transplante de rim humano no mesmo hospital, encerrando sete anos de diálise. Mas, passados cinco anos, o novo órgão falhou e ele teve de retomar a diálise.

Ele optou pelo procedimento experimental porque tinha poucas opções. Além disso, estava tendo dificuldades com a diálise devido a problemas com seus vasos sanguíneos e enfrentava uma longa espera por um rim.

Dois transplantes de órgãos anteriores de porcos geneticamente modificados falharam. Ambos os pacientes receberam corações e ambos morreram algumas semanas depois. Em um paciente, houve sinais de que o sistema imunológico havia rejeitado o órgão, um risco constante.

FONTE: MAIS GOIAS

NOTÍCIAS SIMILIARES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

PUBLICIDADE

spot_imgspot_imgspot_img

spot_img

spot_imgspot_imgspot_img

spot_imgspot_imgspot_img

NOTÍCIAS RELEVANTES

Comentários Recentes