quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img
HomeGoiásCASO JEHAN PAIVA: Advogado do réu e promotora faltam e júri é...

CASO JEHAN PAIVA: Advogado do réu e promotora faltam e júri é adiado para 2024

JÚRI ADIADO | A juíza Natália Bueno Arantes da Costa determinou o adiamento do júri que decidiria o futuro do médico veterinário Paulo Victor Sousa Gomes. Ele foi o responsável pelo golpe de canivete que matou o estudante de odontologia Jehan Paulo José de Paiva no dia 7 de junho de 2013, durante uma festa universitária que acontecia em Anápolis.

O júri estava inicialmente marcado para acontecer na manhã desta terça-feira (7), mas tanto a representante do Ministério Público quanto o advogado do réu não compareceram. No caso do advogado, a justificativa foi um atestado médico. 

O júri foi remarcado para o dia 25 de março de 2024.

O CRIME: 

No dia em que foi morto, Jehan era o organizador de uma festa promovida pelos alunos do 8° período do curso de Odontologia da Unievangélica. O chopp acabou no meio da tarde e, quando voltou a ser servido, formou-se uma fila no balcão. Um rapaz, chamado Pedro, tentou furar a fila e isso irritou o réu, Paulo Victor, que o segurou pelo colarinho. Foi quando Jehan tentou apartar a confusão, mas foi atingido com um golpe de canivete no coração. Ele morreu 1h30 depois, no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana).

FONTE: JORNAL ITAPACI URGENTE

NOTÍCIAS SIMILIARES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

PUBLICIDADE

spot_imgspot_imgspot_img

spot_img

spot_imgspot_imgspot_img

spot_imgspot_imgspot_img

NOTÍCIAS RELEVANTES

Comentários Recentes