quarta-feira, julho 24, 2024
spot_img
HomeGoiásCom novos hospitais, Goiás vê regionalização da saúde se tornar realidade

Com novos hospitais, Goiás vê regionalização da saúde se tornar realidade

Governo de Goiás entregou 8 novos hospitais e 6 novas Policlínicas desde 2019. O Novo Hospital Estadual de Águas Lindas foi entregue depois de 20 anos de espera

A rede estadual de saúde passou por uma transformação nos últimos cinco anos. Desde 2019, o Governo de Goiás já entregou oito novos hospitais e seis novas Policlínicas. A última unidade de saúde entregue foi o Hospital Estadual de Águas Lindas (Heal), na região do Entorno do Distrito Federal, que começou a funcionar após 20 anos de espera.

Inaugurado no dia 17 de junho e já em funcionamento, o Heal atende mais de 1,2 milhão de habitantes de 31 municípios da macrorregião Nordeste de Goiás. A obra, que custou R$ 157 milhões do Tesouro Estadual, possui quase o dobro do tamanho previsto no projeto original, com 16 mil metros quadrados de área construída e estrutura para 22 consultórios, 164 leitos, sendo 40 de UTI’s, entre estes, 20 com suporte para atender bebês e crianças.

Com investimento de mais de R$ 18 bilhões desde 2019, a gestão estadual transformou o atendimento de saúde. Antes, Goiás só contava com pouco mais de 240 leitos de UTI concentrados em apenas três cidades: Goiânia, Aparecida e Anápolis. Agora, são quase 1.000 em 23 municípios diferentes.

Foram entregues ainda, seis Policlínicas que oferecem atendimento em 21 especialidades médicas para o interior do Estado. As unidades estão nas cidades de Posse, Goianésia, Quirinópolis, Formosa, São Luís de Montes Belos e cidade de Goiás.

Recorde em cirurgias eletivas

Goiás realizou no período de janeiro do ano passado a março deste ano 180.637 cirurgias eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado.

Os dados da Secretaria de Estado da Saúde apontam que ocorreram 165.430 novas solicitações e que em maio último a fila chegou a 74.957, com uma redução de 66,73% na lista de espera.

Em julho, a secretaria realizará um novo mutirão de cirurgias eletivas, que irá beneficiar 870 pacientes no estado, com cirurgias gerais, vasculares e ginecológicas de média complexidade.

O Cora
Primeiro hospital público destinado exclusivamente para o tratamento do câncer em Goiás, o Cora já tem 60% das obras concluídas e é construído, desde a concepção do projeto, com tecnologia de ponta nos moldes do Hospital de Amor, de Barretos (SP). A intenção é atender aos padrões internacionais de medicina já aplicados na unidade paulista.

Todo o complexo terá mais de 44 mil metros quadrados de área construída. Serão 148 leitos; capacidade para atendimento ambulatorial oncológico adulto e infantil; serviços de diagnóstico; salas para infusão de medicamentos; centros de reabilitação e quimioterapia; serviços de apoio e pronto atendimento com funcionamento 24 horas; além de leitos de UTI.

FONTE:MAIS GOIÁS

NOTÍCIAS SIMILIARES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

PUBLICIDADE

spot_imgspot_imgspot_img

spot_img

spot_imgspot_imgspot_img

spot_imgspot_imgspot_img

NOTÍCIAS RELEVANTES

Comentários Recentes