quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img
HomeBoas notíciasJovem com câncer terminal casa neste sábado: “Dia mais feliz”

Jovem com câncer terminal casa neste sábado: “Dia mais feliz”

A jovem Isabel foi diagnósticada aos 15 anos com linfoma de Hodgkin. Segundo os médicos, não há mais cura para a doença dela

Isabel Veloso, ou Zabéu, como foi carinhosamente apelidada, corre contra o tempo para conseguir realizar seus últimos sonhos. A jovem, de 17 anos, foi diagnosticada com um câncer raro e agressivo aos 15. Depois de várias tentativas frustradas de tratamento, dentre elas quimioterapias, transplante e medicações, ela decidiu que era hora de parar. Em março, Isabel comunicou em suas redes sociais que só teria mais 6 meses de vida.

Em meio ao turbilhão de emoções devido ao diagnóstico, ela encontra paz no amor. Entre seus vários sonhos, o principal deles é se casar. Atualmente, Isabel está noiva de Lucas Borbas, com quem mantém relacionamento desde agosto do ano passado.

“Ele [Lucas] sempre me deu o maior apoio em tudo. Sempre cuidou muito bem de mim. Comentamos muito sobre o futuro, mas prometemos um para o outro que vamos tentar ao máximo aproveitar e não se lamentar. É claro que às vezes a gente chora, fica com raiva, mas a gente se consola”, conta Isabel, em entrevista ao Metrópoles.

Para ajudar com os custos do casório, uma vaquinha online foi criada e, no total, R$ 40,5 mil foram arrecadados. O casamento civil do casal está marcado para este sábado (13/4) e a festa para o dia 22.

Ao Metrópoles, Isabel contou como estão os preparativos para o grande dia: “Com certeza eu acredito que vai ser o dia mais feliz da minha vida. Sei que Jesus está cuidando de tudo.”

Comoção nas redes

Despretensiosamente, Isabel passou a usar as redes sociais como forma de desabafar sobre a situação. Ela não esperava que seus relatos comoveriam milhares de pessoas, principalmente pela forma serena e madura de lidar com a morte.

No TikTok ela acumula mais de 17 milhões de curtidas. No Instagram, são 2 milhões de seguidores. Todos sensibilizados com a história da jovem.

Quando perguntada sobre o legado que quer deixar no mundo, Isabel é concisa: “Amor”

“O legado que eu quero deixar, é o amor. É sobre como amar alguém, como ser amado, e como você pode ter força mesmo quando você tem um diagnóstico de morte. Eu acho que é muito importante você sempre ter fé”, diz.

Diagnóstico

Isabel foi diagnosticada com linfoma de Hodgkin em 2021, quando tinha 15 anos. Esse câncer surge quando os linfócitos ou os seus precursores que habitam no sistema linfático, e que deveriam proteger o corpo contra as bactérias, vírus, dentre outros perigos, se transformam em uma célula maligna, que desencadeia uma reação inflamatória.

A partir disso, a célula maligna passa a ser rodeada de diferentes tipos de células normais de defesa. Esse aglomerado é o que forma a massa tumoral.

No caso de Isabel, os exames apresentaram um tumor de 17 centímetros que pega parte do coração, pulmão e traqueia. Por dois anos a jovem recorreu a diversos tratamentos como quimioterapia, transplante de medula óssea e imunoterapia, até, finalmente, conseguir a cura.

Contudo, três meses depois, em setembro de 2023, o câncer voltou, mais agressivo do que antes. Após diversos exames, que comprovaram que não havia mais solução para o caso de Isabel, ela desistiu do tratamento. Sentia-se cansada e, por isso, decidiu entrar para os cuidados paliativos — práticas para o bem-estar de pacientes com doenças em estágio avançado.

FONTE: METRÓPOLES

NOTÍCIAS SIMILIARES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

PUBLICIDADE

spot_imgspot_imgspot_img

spot_img

spot_imgspot_imgspot_img

spot_imgspot_imgspot_img

NOTÍCIAS RELEVANTES

Comentários Recentes