domingo, julho 21, 2024
spot_img
HomeCrimeEm Goiás, dupla é presa suspeita de desenvolver software “extremamente tecnológico” para...

Em Goiás, dupla é presa suspeita de desenvolver software “extremamente tecnológico” para criar e vender CNHs falsas

O delegado da PC, Fernando Nogueira, que está à frente do caso, disse que as investigações apontaram para atuação de uma associação criminosa que desenvolveu um software para falsificar documentos públicos como Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e diplomas diversos.

Nesta terça-feira (5), duas pessoas foram presas em Morrinhos, por suspeita de utilizar um software para falsificar e vender carteiras de habilitação (CNHs) e outros documentos. A Polícia Civil (PC) encontrou com os integrantes do grupo papéis e máquinas de impressão de alta resolução. Na ocasião outros oito mandados de busca foram cumpridos.

O delegado da PC, Fernando Nogueira, que está à frente do caso, disse que as investigações apontaram para atuação de uma associação criminosa que desenvolveu um software para falsificar documentos públicos como Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e diplomas diversos.

“É um sistema extremamente tecnológico gerando CNH’s onde bastava preencher os dados, e ele gerava toda a documentação referente a qualquer estado. Assim como documentos secundários que também são necessários como exames toxicológicos e oftalmológicos”, disse Nogueira.

De acordo com o delegado, a associação criminosa vendia os acessos para falsificadores e estelionatários. A polícia conseguiu identificar que alguns desses falsificadores estavam alugando o sistema por cerca de R$ 350,00 por mês.

Equipamentos apreendidos na posse dos suspeitos e utilizados para imprimir as falsificações.

Em um dos locais a PC encontrou equipamentos usados para falsificar os documentos, como máquinas de impressão de alta resolução, papéis especiais. Duas pessoas que não tiveram os nomes divulgados foram presas em flagrante pelo crime de petrecho de falsificação.

As investigações estão em continuidade para tentar identificar possíveis novos integrantes do grupo. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

FONTE: JORNAL DO VALE

NOTÍCIAS SIMILIARES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

PUBLICIDADE

spot_imgspot_imgspot_img

spot_img

spot_imgspot_imgspot_img

spot_imgspot_imgspot_img

NOTÍCIAS RELEVANTES

Comentários Recentes