quinta-feira, junho 20, 2024
spot_img
HomeMineradoraMineradora de Pilar de Goiás esclarece denúncias sobre falta de pagamento de...

Mineradora de Pilar de Goiás esclarece denúncias sobre falta de pagamento de impostos

Empresa diz que que, desde 24 de abril, negocia nos termos de lei municipal proposta de financiamento e que não procede a denúncia de total ausência do ISSQN; CFEM é tratado diretamente com Agência Nacional de Mineração.

A mineradora Pilar Gold respondeu às acusações do prefeito de Pilar de Goiás, Tiagão, sobre a empresa não pagar impostos. Segundo a companhia, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad) paralisou as atividades da mesma por 140 dias há 18 meses, o que gerou forte impacto no caixa, atrapalhando a quitação de todos os compromissos financeiros. Contudo, esclareceu que, desde 24 de abril, negocia nos termos de lei municipal proposta de financiamento e que não procede a denúncia de total ausência do adimplemento de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), conforme acusa o gestor.

Vale lembrar, o prefeito disse a mineradora não paga a Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) desde outubro de 2021. O Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), ele acusa, não é pago desde fevereiro de 2022. A empresa justificou.

“Em 30/03/2023 foi publicada Lei nº 268/2023, que ‘dispõe sobre o incentivo para pagamento dos débitos junto ao Município e dá outras providências’, concedendo a possibilidade de a Empresa Contribuinte aderir ao Refis [Programa de Recuperação Fiscal] e, com isso, quitar os débitos de ISSQN em aberto e devidos junto ao Município de Pilar de Goiás”, diz trecho da nota.

Ainda conforme o texto, a empresa “optou por aderir ao referido REFIS e encaminhou a sua proposta de financiamento, nos termos da referida Lei Municipal, em 24/04/2023 ao setor financeiro do Município de Pilar de Goiás que, por sua vez, está a analisar a questão juntamente com o setor jurídico do indigitado Município”. E mais: “Desde então, a PGDM aguarda o retorno do Município, para iniciar os pagamentos relativos ao REFIS, opção legislativa que lhe foi conferida por meio da Lei nº 268/2023, consoante mencionado acima.”

Assim, a mineradora reforça não proceder as informações de total ausência de pagamento de ISSQN ou de abstenção em prestar informações aos órgãos competentes do município. Sobre o CFEM, informa: “E, no mesmo sentido, está procedendo à sua adesão ao parcelamento do débito junto à ANM [Agência Nacional de Mineração], visando quitar a dívida havida a título de CFEM, não cumprindo ao Município proceder a qualquer tipo de cobrança deste tributo, já que é incompetente para tanto.”

Confira a nota na íntegra da Pilar Gold:
“A Pilar de Goiás Desenvolvimento Mineral Ltda. (PGDM), em atenção às recentes declarações promovidas pelos Poderes Executivo e Legislativo do Município de Pilar de Goiás, que se referem à PGDM, utiliza-se da presente Nota de Esclarecimento para comunicar à população Pilarense e a quem mais interessar, que concorda parcialmente com as aludidas declarações, cumprindo esclarecer o seguinte:

Como é sabido, nos últimos 18 meses a PGDM teve suas operações e atividades paralisadas por cerca de 140 (cento e quarenta) dias, em razão de Embargo determinado pela SEMAD-GO, manutenções preventivas e corretivas nas suas instalações, bem como para realização de obras na barragem de rejeitos.

Em virtude destas paralisações, a PGDM sofreu forte impacto no seu fluxo de caixa e, por esta razão, não conseguiu arcar com todos os seus compromissos financeiros, o que implicou no ajuizamento de diversas ações de execução e bloqueios judiciais contra a Empresa.

Não obstante a isso, a PGDM segue negociando com seus fornecedores e parceiros, visando o cumprimento de suas obrigações financeiras, regra à qual a Prefeitura de Pilar de Goiás não constitui exceção.

Isto porque, em 30/03/2023 foi publicada Lei nº 268/2023, que “dispõe sobre o incentivo para pagamento dos débitos junto ao Município e dá outras providências”, concedendo a possibilidade de a Empresa Contribuinte aderir ao REFIS e, com isso, quitar os débitos de ISSQN em aberto e devidos junto ao Município de Pilar de Goiás.

Neste ínterim, a PGDM optou por aderir ao referido REFIS e encaminhou a sua proposta de financiamento, nos termos da referida Lei Municipal, em 24/04/2023 ao setor financeiro do Município de Pilar de Goiás que, por sua vez, está a analisar a questão juntamente com o setor jurídico do indigitado Município.

Desde então, a PGDM aguarda o retorno do Município, para iniciar os pagamentos relativos ao REFIS, opção legislativa que lhe foi conferida por meio da Lei nº 268/2023, consoante mencionado acima.

Desta forma, não procedem as informações relativas à total ausência de pagamento de ISSQN, por parte da PGDM ou da sua abstenção em prestar informações aos órgãos competentes do Municí pio de Pilar de Goiás, uma vez que a PGDM, conforme informado alhures, optou pela adesão ao REFIS e aguarda retorno do próprio Município, para iniciar os pagamentos e quitar o seu débito relativo aos anos de 2021 e 2022.

Por outro lado, a PGDM tem plena ciência acerca dos débitos relativos ao ISSQN do ano corrente e está envidando todos os esforços necessários à regularização do seu fluxo de caixa e, consequentemente, efetuar o pagamento de todo e qualquer débito havido com o Município de Pilar de Goiás.

E, no mesmo sentido, a PGDM está procedendo à sua adesão ao parcelamento do débito junto à ANM, visando quitar a dívida havida a título de CFEM, não cumprindo ao Município proceder a qualquer tipo de cobrança deste tributo, já que incompetente para tanto.

A PGDM sempre pautou a sua conduta em estrita observância à legislação pátria e cumprimento de todas as suas obrigações, sendo certo que a ausência destes pagamentos fora provocada em razão do forte impacto sofrido em seu fluxo de caixa, conforme demonstrado acima.

É importante informar, ainda, que durante todo esse período, mesmo com o forte abalo financeiro sofrido, a PGDM manteve seu quadro de empregados intacto, não promoveu qualquer dispensa que comportasse pequena, média ou grande quantidade de empregados, visando, exatamente, proteger a parte hipossuficiente da sua estrutura e principal ativo, que são os seus colaboradores, que na sua grande maioria são provenientes da cidade de Pilar de Goiás e região.

Registra-se, por fim, que a PGDM possui boas expectativas quanto à normalização do seu fluxo de caixa e retomada de todos os pagamentos, com a maior brevidade possível.

Sendo o que tinha a esclarecer, a PGDM permanece à disposição de toda a População Pilarense e aos demais órgãos e Poderes do Município.

Pilar de Goiás, em 08 de Maio de 2023.”

FONTE: MAIS GOIÁS

NOTÍCIAS SIMILIARES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

PUBLICIDADE

spot_imgspot_imgspot_img

spot_img

spot_imgspot_imgspot_img

spot_imgspot_imgspot_img

NOTÍCIAS RELEVANTES

Comentários Recentes